quarta-feira, dezembro 21, 2005

Bilhetes para o céu?

Um enormíssimo Ramén a todos os caros e fieis leitores!
Para já gostaria de vos pedir imensas desculpas pela demora entre posts...mas foi por uma justa causa! Sem mais demoras, contar-vos-ei minhas santificadas descobertas e belas aventuras e desventuras, e no final explicarei toda a teoria necessária.
Tudo teve inicio quando após uma longa festa na paróquia (festejávamos o facto de a santa inquisição ter saído de cá sem encontrar um único herege) e após cinco doses de lsd e cinco linhas de heroína (a droga não é pecado meus filhos!) e, sentado eu na casa-de-banho paroquial, assisti a uma aparência divina! Não era nossa senhora de fátima, não era virgem nenhuma, e muito menos Maria. Era o próprio J.C. acompanhado por Deus Nosso. Meu primeiro pensamento foi (e a prova que não era alucinação) que estaria a sonhar, ao qual ambos me responderam em uníssono, como se fossem um só, que eu estava bem acordado! Começaram por me ajudar a levantar, e levaram-me para um passeio celeste! Disseram-me que eu tinha descoberto uma das maneiras de entrar em contacto com Nossas santidades (foi este meu motivo de investigação) e disseram que estavam à espera que eu entrasse em contacto com eles faz já algum tempo, pois queriam-me esclarecer sobre um tema por mim já filosofado, e seu motivo de contacto foi para não só para eu deter esse conhecimento, mas para o espalhar entre os fiéis! Estais certamente todos vós a pensar no que terei sido iluminado eu santo padre apostólico! Pois bem, certamente se lembrarão do post em que discuti sobre virgindade de Santa Mãe de Jesus. Pois bem, não foi o facto de J.C. ter poderes e reconstruiu o híman de sua mãe, Maria era virgem sim! Foi inseminação artificial. Não me espantarei se até o leitor mais gore se estiver questionando: "mas isso não é coisa de cientistas?". Pois bem, eu também tive essa dúvida no preciso instante, mas uma vez mais me iluminaram tais santificadas cabeças! Anos após a sua morte (mais ou menos uns trezentos anitos pelo que me foi confessado) Jesus fez uma visita a um dos maiores cientistas daquela época, com o intuito de acabar com tal tristeza. Após confessar ao tal cientista o que realmente se tinha passado, e o que era a inseminação artificial, o cientista pensou que estava a ser enganado que acabou por plagiar. Plagiou de tal modo que hoje em dia tudo o que os cientistas construiram é puramente plagiado (inclusivé as chiclets), tendo sido praticado desde essa altura...Mas continuando. Como é costume, na inseminação artificial, não nasce apenas um especimén, mas um batalhão deles! Nasceram 3 J.C.'s. Até ao dia em que decidiram que só um deles poderia sobreviver e ser o messias! Após árduas discussões entre "Jesus Cristo é o senhor" e "O senhor é que é filho de Deus", um deles decidiu assumir tal responsabilidade e teve de matar seus dois irmãos. Após essa longa confissão, de repente meus dois tutores desvaneceram. Desde tal acontecimento até à actualidade tenho investigado modos de contactar nossas divindades. Com enormes doses de cannabis, apenas conseguimos ouvir vozes divinas! Mas com umas 5 de LSD e umas linhas de heroína ou cocaína, conseguimos visitar o paraíso, e confesso que é das coisas mais belas à face da Terra! Infelizmente não conseguimos interagir com qualquer entidade que lá viva (e são muitas). Falta-me um tal ingrediente secreto. Continuarei meus estudos, e espero que todos partilhem esta enorme alegria comigo!
Um enorme Ramén a todos vós

domingo, novembro 20, 2005

Respostas

Um enorme Ramén a todos os Gore e fiéis leitores! Passarei directamente ao Assunto.
Primeira dúvida exposta pela fiel colegial: a Terra não é redonda como os cientistas o afirmam. A Terra é sim plana como é obviamente proposto por Deus Nosso Senhor J.C.!!! Essa é uma das falacias mantidas por cientistas ao longo de séculos! Certamente também já ouviu referencias relacionadas com termodinamica, e suas leis (completamente falaciosas). Desde quando existem entropias, ou entalpias? Energias internas iguais a calor mais trabalho, completamente mentira! Outras referencias como a TOM (teoria das orbitais moleculares) ou TEV (teoria de enlace de valência), tudo coisas, para os que ainda acreditam em cientistas e para todos os que acreditam na configuração atómica de todo o "Universo". Como é lógico, sal de cozinha é sal de cozinha e não cloreto de sódio!!! A colegial, tal como maioria dos seres humanos, tem de compreender que os cientistas vivem para contrariar a igreja... são quase como que soldados ao nosso trabalho, pois todos os que os seguem, têm o destino traçado no inferno inglorioso!! Logo, a Terra é plana, e o céu está acima de todos nós, quer estejamos na China, Portugal, ou Brasil! e o inferno abaixo de nós, a uma distância tal que nenhuma máquina dos cientistas conseguirá alcançar! Pegando uma vez mais em conceitos científicos (com o objectivo de os tramar) o inferno é algo endotérmico, como é obviu, quanto mais proximo deste mais elevada será a temperatura (como é comprovado pelas escavações efectuadas por quem procura petróleo por exemplo) e o céu exotérmico, liberta calor que nos mantém a "carne" quente (isto explica um outro facto curioso, as almas preferem temperaturas mais baixas (daí o facto de o inferno ser tão quente e o céu tão frio)). Deste modo, como a colegial é deveras uma fiel provida de racio Divino, compreenderá que o não é o sol que nos aquece, mas o paraíso, o Edén, e a própria presença de Deus! Quanto à preferencia de estatuto social que Deus exerce em nós é também lógica!! Deus como qualquer primeiro-ministro, gosta de manter o seu teritório o mais endinheirado possivel, e em termos económicos, com certeza que dará mais jeito ter os ricos no paraíso, e os pobres no inferno, para aprenderem que não deviam ser pobres mas sim ricos!!!!! lógico que a renda para permanecer no Edén é elevada! uma vez mais explicando a preferencia social de Deus!
Quanto a blasfémias, suas questões não eram de modo algum heréticas, mas são duvidas "existênciais" que com toda a certeza a maioria dos fiéis também as terão. A única blasfémia que ainda mantém é a do email com o "castigo" que acha merecer, devido à sua ausência na nossa santa capela que continuo esperando!
Um enorme Ramén para si, e espero ter respondido a suas questões!!

sábado, novembro 12, 2005

Fomos à lua?

Muito boas tardes caros fieis e gore leitores! Hoje fiz um dos pequenos exames efectuados por membros da santa inquisição! Acho que (como é obvio) não serei acusado de heresia! Como tal, para hoje trago-vos um pequeno pensamento, absolutamente convergente. A questão terá o homem ido realmente à Lua, tem-se tornado em meu encéfalo um pouco pertinente. Ora como nós sabemos acima de nós está o céu, o paraíso, e nada mais. Como o nosso leitor foi sem dúvida favorecido por Nosso Senhor, já estará neste momento a questionar-se: "como teremos ido à lua hein?" A resposta será simples...não fomos! Como o cosmos não existe, não poderemos ter saído da Terra. Isto não passa, uma vez mais, de uma farsa de cientistas, que de certeza tinha como finalidade a tentativa de negação de uma entidade divina. Respondida à questão inicial, poderemos divagar noutros assuntos relacionados. Por exemplo, que é então a Lua e as estrelas, em especial o nosso tão belo Sol? Ora como devem imaginar, como o Nosso Deus nos adora, o Sol surgiu para nós termos luz, e distinguirmos a noite do dia! (conclusão nada fácil esta), a Lua, para quando está de noite, termos alguma iluminação! Neste momento, qualquer cientista dirá e muito bem, "e as outras estrelas?" Não seu ser degenerado cerebralmente, as outras estrelas não servem para distinguir a noite do dia noutros planetas a outros seres inteligentes (pois já sabemos que isso tudo não existe) servem para ajudar a Lua a iluminar-nos a noite. Resumindo, todos aquelas teorias (que nunca passarão disso) relacionadas com átomos e Schrödingers e Paulings, estão todas mal (ainda por cima, tudo o que eles aplicam ao tal "cosmos" aplicam a nós seres humanos)
Um enorme Ramén a todos os nossos leitores

domingo, novembro 06, 2005

Pedido de desculpas público

Boa tarde caros fiéis e Gore leitores.
Este será um post extremamente pequeno, pois é mais uma justificação que algo para vós pensarem.
Durante esta próxima semana que vem, teremos connosco membros do papado fiscal, que farão uma inspecção na nossa humilde abadia, na procura de membros hereges. Como tal, tanto eu como os outros padres temos estado bastante ocupados a estudar para que não sejamos apanhados pelos inspectores em actos de heresia!
Esperamos todos que aceitem nossas humildes desculpas, mas antes da despedida, deixo algo para pensarem.
Imagin-se que quando J.C. morreu, os cientistas nos esconderam o corpo, para que pudessem dizer que nós inventámos a ressurreição? Qual a relação que estes têm com a morte do nosso herói?
Ramén enormíssimo a todos vós

domingo, outubro 30, 2005

Serafim o apóstolo

Um enorme Ramén a todos os nossos caros, fiéis e Gore seguidores.
Para hoje, trago-vos uma interessantíssima história relacionada com o nosso grande livro: a Biblia, que ocultadas durante séculos, deram origem, ao mundo blasfémico que temos hoje em dia. Histórias até certo ponto relacionadas com certos acontecimentos da actualidade.
Como todos nós "sabemos", pela sacra escritura, J.C. foi castigado e punido, pelo facto de ser o Filho do Senhor. Terá ele sido "tramado" por Judas?...
Ora tudo começou quando Jesus e os seus apóstolos (ver significado da palavra em post anterior) andavam em perigrinação, em busca de novos seguidores. Como já sabemos, Maria Madalena, era uma dos apóstolos. Mas e os outros apóstolos? Quem faria parte da equipe maravilha? Pedro com certeza, João... mas existia um apóstolo a qual foram ocultadas durante séculos as evidências de sua existência. E esse apóstolo era Serafim, irmão mais novo de Judas que, era um apóstolo anão (o que explica o facto de este não aparecer na última seia). Enquanto percorriam o mundo, as paixões intra-apostolos começariam a surgir. Maria Madalena apaixonara-se por J.C., e por razões obvias, estes dois começaram, e mantiveram até ao final da vida de Jesus, uma relação amorosa secreta. Ora durante algum tempo, a relação corria às mil maravilhas, até ao momento em que Judas se começara a apaixonar por Maria Madalena, e certo dia, este descobre a secreta relação. Após tortuosos dias, Judas decide confessar-se a seu irmão (um facto interessante, foi que esta primeira confissão se deu na wc de um bar, sendo esse o motivo, do aspecto dos actuais confessionários). Como reza (mal) a actual bíblia, Judas nesta altura trama o nosso héroi e oferece-o aos romanos. A verdade escondida, é que após a confissão de seu irmão, Serafim foi entregar J.C. A Saddam Hussein e Bin Laden (sendo por isso que George W. Bush, hoje em dia persegue estes dois infiéis cristãos, pois Bush é uma quase reincarnação do filho do Senhor). Após terem a localização de Jesus, Saddam e Bin Laden (não se espante caro leitor, pois como nós sabemos, certos seres humanos viveram mais de 900 anos), orquestraram uma captura ideal, com o "actual" imperador romano. Após a captura de J.C. e da sua morte, Judas enforca-se, e com esta versão, entende-se muito melhor este facto. Onde estaria a lógica de Judas trair J.C. e depois suicidar-se? Todos estes factos históricos tornam-se mais claros agora, e com a existência de Serafim. E o facto de este não aparecer em qualquer quadro ou escritura relacionada com J.C., ajuda-nos a compreender que tinha sido este quem realmente traíra o nosso héroi.
Um enorme Ramén a todos os nossos caros e fiéis goremente leitores e pensem nestas santas palavras .

domingo, outubro 23, 2005

Religião e Ciência

Um grande, enormíssimo e Gore Ramén a todos os nossos fiéis leitores. Para hoje, trago-vos uma pequena demonstração matemática (que espero com ela tramar todos aqueles cientistas com a mania que são manhosos e que negam a existência de Deus e do criacionismo, e provar assim, a existência de Deus).
Como todos nós sabemos, Deus é o finito e infinito. Como tal, podemos pegar num qualquer conjunto de números para descrever Sua Divindade (como o conjunto IN, Z, Q, IR ou até mesmo o C). Como qualquer leigo matemáticamente deveria saber, o conjunto dos números naturais e o dos inteiros apenas "contam metade da verdade". Por exemplo, o quociente entre números primos não dá um número inteiro (i.e. 3/2 = 1,5). Estes números podem ser encontrados na "realidade" proposta pelo conjunto Q, dos números racionais. Mas uma vez mais, este conjunto, tal como o conjunto que lhe sucede (IR) não mostram tudo. (i.e. √(-1) não existe em qualquer conjunto referido por mim até ao momento, exceptuando o C. Consideremos então o conjunto dos números Complexos. Na minha humilde e religiosa opinião, será este o conjunto que melhor retrata a realidade da vida terrena e divina, pois este conjunto não tem uma certa ordem, o que tal também é verificável na Natureza imposta por Deus Nosso Senhor Gore Jesus Cristo. Para quem já realizou um breve estudo neste conjunto, sabe que é detentor de uma parte real e uma parte imaginária. Como será lógico para o leitor, nós representamos a parte real, e Deus, necessáriamente a parte imaginária...Como podem reparar, esta proposição retirada da comparação de Deus com os números complexos, vai contra todo o nosso conhecimento e senso comum. Retirando pois a conclusão de que religião e ciência são imiscíveis, e portanto, como nos é certo que Deus existe (uma vez mais devido à observação de factos irrefutáveis como milagres à moda de Fátima e dos milagres possíveis de ler na Bíblia, também estes impossíveis de negar), e a ciência é algo erróneo que não oferece respostas reais a nada, como queríamos (à pressão) demonstrar.
Um enorme Ramén, e espero vossas opiniões

domingo, outubro 16, 2005

Virgem Maria?

Ramén aos nossos caros fiéis, Gore e divinais irmãos!
Para esta semana trago-vos uma pequena questão, sujeita a diversas interpretações como é claro, e que decerto levou muitos de vós a questionar a Sacra Escritura. Será que Maria era mesmo virgem? Antes de mais garanto-vos que se Maria não fosse virgem, não teria sido desposada por um mandrião qualquer, Existindo como evidência, diversos extratos do Livro Sagrado, que mostram a honestidade da mãe do Nosso J.C.. Deste modo, surgem três grandes teorias como tentativas de explicar a delicada situação. Ou J.C. nasceu do acto deliberado de pecado entre "Manel" e Maria, ou Deus ter-se-á apoderado momentaneamente do corpo de "Manel" desposando ele Maria, ou Maria era mesmo virgem e J.C. nasceu graças a um milagre. Analisemos cada uma das hipóteses. No primeiro caso, surge matemáticamente a implicação de que Jesus seria um charlatão, e neste caso, muitos dos fenómenos reais a que todos testemunhámos, como o milagre de Fátima (que aproveito para anunciar aos fiéis que têm agora hipótese de nos encomendar ou o VHS ou o DVD deste magnífico momento com comentários do (infelizmente) já falecido Papa João Paulo II e, para as primeiras dez encomendas, uma oferta ilimitada de t-shirts relacionadas com este espetacular momento) teriam valor lógico zero. O segundo postulado, implica um deus malicioso, maldoso e como nos é sabido, Deus é Amor, e Jesus Cristo é o Senhor (Ramén). Deste modo as duas primeiras teorias são falseadas, demonstrando-o com absurdos! Ora tudo estaria muito bem, não fossem aqueles demoníacos cientistas, que vinham logo com a da inseminação artificial (que todos muito bem sabemos, não se tratar nada mais nada menos que, e desculpem-me a expressão, balelas). Isto porquê? Aquelas crianças de Deus nunca poderiam nascer sem a presença do pecado original, a não ser que também elas fossem Messias, e o Messias também nós sabemos que é só um: o Nosso J.C., ficando deste modo provado que a ciência não presta mais que justificações feitas em cima do joelho, numa tentativa de explicação do nosso Grande Deus, tentando ao mesmo tempo falseá-lo.
Espero recolher com este post outras interpretações sobre este assunto. A meu ver, cobri todas as principais teorias sobre o facto, mas de qualquer modo, se alguma outra teoria surgir, com certeza que eu ou qualquer outro padre desta Sacra Abadia virtual, vos responderá. Como também será certo que se suspeitarmos de heresia no seio do nosso rebanho, não teremos receio de aplicar os meios da Santa Inquisição para que a verdade seja sabida.
Ramén